domingo, 28 de dezembro de 2014

FOTOGRAFIA OCULAR

recordo o tempo
em que me pediste:

          fecha as pálpebras
          e abre os olhos
          para fotografar-me
          com o coração

o que faço com tais imagens,
se não posso queimá-las,
vendê-las, jogá-las ao chão?

[sinto-te o tempo todo aqui]

junto tuas fotografias em baú antigo
lá no fundo das memórias:

meu peito é punhado de negativos

Siga o blog por e-mail