quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

IRONIA INTER PARES (TRÊS INDRISOS)

                    I

cita as palavras em vão
para expressar a emoção:
eis o poeta e seu poema --

não importa o sofrimento:
se o que vale é o sentimento
vale tudo em qualquer tema...

mas se a vida pesa a mão,

cada um com seus problema!

                    II

outro poeta, minha gente,
diz ao mundo que se sente
tão imenso e desbragado --

fiquei pouco suspeitoso
e lhe cochichei: "seu moço,
estás ficando exagerado:

pois o tal poema-enchente

vai matar-te afogado!"

                    III

ainda vi um tão simplista
mas pensei: "é um artista"...
quando vejo, quase caio --

era um poeta diferente
que até falou pra gente
que o verão começa em maio

quando recobrei a vista

vi que era um papagaio!

Siga o blog por e-mail