terça-feira, 27 de janeiro de 2015

JAZZ

cada nota é um fim em si mesma:
é traço, risco;
ponte que atravessa
e vê o rio passando
levando tudo consigo
correndo
indo embora

Siga o blog por e-mail