quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

VEJAM SÓ VOCÊS

para qualquer poeta
os escritos dos outros nada valem:

a única coisa que presta
é seu próprio egoísmo
seu próprio sentimento
sua própria versão dos fatos

os outros poetas?
que vendam livretos a dois e cinquenta
na feira do rolo

graças a deus não sou poeta:
não tenho apetite
para tanto nojinho
e tanta nojeira

sábado, 17 de dezembro de 2016

S.M.

toda perversidade
um dia
há de ser perdoada
ou esquecida

tem espaço para tudo
neste quarto de tranqueiras
chamado coração

Siga o blog por e-mail